Inteligência emocional deve ser ensinada na escola

por Super User

Camila Cury*

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) - proposta de padronização curricular e de transformação do ensino formal em um processo de troca, de construção de conhecimento mais humanizado - tem potencial para modificar o cenário da educação no Brasil.

A BNCC prevê uma padronização do currículo escolar da Educação Básica (que engloba os Ensinos Infantil, Fundamental e Médio). Trata-se de um documento que servirá como um parâmetro para os educadores e coordenadores pedagógicos, e cuja finalidade é sanar o problema da desigualdade de conteúdos ministrados em território nacional.

Mas como tornar essa mudança possível?

Na medida em que o processo de amadurecimento emocional do ser humano é visto como um desafio a ser trabalhado nas escolas, as dificuldades enfrentadas no ensino da inteligência cognitiva poderão ser vistas e melhoradas de forma transdisciplinar, perpassando por todos os campos do conhecimento, podendo ter influências positivas na formação do indivíduo.

Apesar da educação ter objetivo de desenvolver o ser humano de forma integral, por muito tempo, seu foco estava voltado para o desenvolvimento cognitivo. Vale lembrar que o ensino tradicional, separado por disciplinas, tem se mostrado ineficaz na formação dos estudantes. Muitos alunos ao se depararem com alguma dificuldade ou frustração sobre alguma matéria ou avaliação, ficam desmotivados a buscarem o conhecimento e a enfrentar esse desafio.

A importância das habilidades socioemocionais e comunicativas para a aprendizagem é tamanha que, no texto da BNCC, elas são reconhecidas como as competências necessárias aos indivíduos no século XXI. Essas habilidades atuam diretamente no aprendizado, possibilitando que o indivíduo compreenda melhor o sentido da educação na sua formação.

Não basta saber um conteúdo. É preciso ponderar suas aplicações na construção de uma sociedade mais igualitária. O acesso à educação de habilidades interpessoais contribui para a formação de indivíduos éticos que promovem a cidadania, o respeito, além de desenvolver outras características, como: ser mais seguros, inovadores, questionadores e empreendedores.

Outra vantagem dessa abordagem mais humanista nas escolas é a erradicação do bullying. Realidade na maioria das escolas brasileiras e mundiais, esse fenômeno é responsável pelo baixo rendimento dos alunos e pelo afastamento de jovens da escola, provocando até o suicídio infantil.

Desta forma, a educação voltada também para o desenvolvimento da inteligência socioemocional se faz imprescindível diante das mudanças constantes que a sociedade, bem como as relações humanas, enfrentam. Saber resolver conflitos, ter criatividade para se reinventar diante de crises e conseguir superá-las, buscar construir uma sociedade mais justa, não são habilidades inatas.

Por isso, somente com uma educação voltada para a construção desses valores é que será possível atingir estes objetivos.

*Camila Cury é Psicóloga e Diretora da Escola da Inteligência, Programa Educacional idealizado pelo renomado psiquiatra, escritor e pesquisador, Augusto Cury, que tem como objetivo desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar.

Leave your comments

Comments

  • Guest (Diane Howard)

    I've already been to this show several times. Each time the organizers have something to amaze the visitors with - various kinds of vehicles, new concept cars, amazing presentations etc. Last year exhibition was outstanding, and I think this show is definitely worth visiting.

    0 Short URL:
  • Guest (James Cox)

    I believe all enthusiasts know about this show. As for me, I was really excited when I visited it in Ontario, Canada, 6 years ago. I hope it has not changed much or at least changed for the better, as it is the only source of getting the latest information about motor industry trends and its fresh news.

    0 Short URL:
  • muito show teste

    0 Short URL: